Conheça em detalhes um traje espacial Soviético

TRAJE ESPACIAL SOVIÉTICO “ORLAN-D” DA DÉCADA DE 1980 PARA USO NO SALYUT-7 E MIR – TREINAMENTO DE EVA

Após meu treinamento no Gagarin Cosmonaut Training  Center – GCTC – em Moscou na Rússia, gostaria de publicar algumas fotos autoexplicativas mostrando em detalhes um antigo traje espacial da era soviética.  Durante meu treinamento, infelizmente não tive tempo de tirar fotos do traje espacial que usei, modelo bem mais moderno, um modelo V para uso em Terra. Achei importante escrever este post porque nunca encontrei imagens e descrições deste tipo na internet.

A descrição a seguir faz parte do aprendizado sobre os equipamentos deste treinamento com o professor Dimitri Zubov. Nas mãos de Dimitri, mais de 150 astronautas e cosmonautas subiram ao espaço recentemente. Ele é o cara!

Como é um traje espacial de EVA por dentro? O que ele leva? Para que servem os equipamentos?

Então vamos começar o post falando sobre quem usou este traje que discutiremos.

Svetlana Savitskaya usou o mesmo modelo de traje espacial em 1984 para a primeira caminhada espacial feminina do mundo! Provavelmente ela usou esse traje espacial específico para treinamento. O item representado aqui é o traje espacial soviético “Orlan-D” destinado a ser enviado para a estação espacial MIR, mas permaneceu na Terra para o treinamento da atividade extraveicular das últimas tripulações da estação espacial Salyut-7 . Havia 34 trajes espaciais “Orlan-D” produzidos totalmente, apenas 7 deles foram usados em órbita. Esse traje espacial reutilizável do tipo semi-rígido é absolutamente idêntico aos trajes entregues a bordo da estação espacial e possui o mesmo sistema regenerativo de suporte à vida em circuito fechado com componentes descartáveis substituíveis.

Especificações do modelo “Orlan-D”:

Fabricante: “NPP Zvezda”;

Desenvolvimento e testes: de 1969 a 1977;

Roupas fabricadas: 34 (para testes e treinamento – 27, para uso orbital – 7);

Operações orbitais tripuladas: de 1977 a 1984;

Número de EVAs realizados no modelo “Orlan-D”: 26;

Onde utilizado: estações espaciais soviéticas Salyut-6 e Salyut-7;

Vida útil em órbita: 3,5 anos ou 6 EVAs;

Tempo de operação: até 5 horas;

Pressão nominal: 0,40 atm (5,8 psi) com atmosfera de oxigênio a 100%;

Período pré-respiratório: 30 minutos;

Antropometria do usuário: altura – 164-180 cm, peito – 96-108 cm;

Peso: 73,5 kg (162 lbs);

Massa de oxigênio armazenada: 2 kg (4,4 lbs) em 2 frascos;

Capacidade de água de alimentação: 2,9 litros (0,77 galões);

Remoção média de calor: 300 W;

Remoção máxima de calor: 600 W;

Potência consumida: 32 W;

Número de parâmetros medidos: 14.

 

Referência histórica:

Originado pelo famoso fabricante de trajes espaciais russo “NPP Zvezda”, “Orlan-D” é o modelo, operacional desde 1977 até 1984. “D” denota a primeira letra do acrônimo DOS, que significa “estação orbital de longo prazo” em russo . O “Orlan-D” requer uma utilização duradoura e multiplicada em órbita, bem como sua manutenção a bordo da estação espacial pelos membros da tripulação. A família de trajes espaciais “Orlan” é derivada do traje espacial “Krechet-94” desenvolvido para o programa lunar cancelado pela União Soviética: esse traje, fabricado em 1967, tornou-se o protótipo do primeiro traje espacial EVA “Orlan”. Houve muitas modificações feitas a partir disso. O modelo mais recente “Orlan-MKS” ainda está em uso a bordo do ISS.

Características de design:

O traje espacial é inserido através da escotilha na parte traseira da mochila, o que permite uma rápida entrada e saída sem assistência. A porta da escotilha abriga o equipamento de suporte à vida. O tempo máximo de operação para um cosmonauta usando “Orlan-D” é de 5 horas. “Orlan-D” é um traje espacial “tamanho único” que pode ser usado por qualquer cosmonauta com uma circunferência do peito de 96 a 108 cm e altura de 164 a 180 cm. O traje não é autônomo – sua fonte de alimentação, comunicação por rádio e telemetria devem ser passadas por um umbilical elétrico de 20 m conectado à estação espacial, que também serviu como uma corda de segurança. Corda de segurança curta adicional é presa à cintura do traje e possui o gancho de pressão no final. “Orlan-D” opera a uma pressão nominal de 0,40 atm (5,8 psi) com uma atmosfera de oxigênio a 100%, para que seja necessário um período de pré-respiração de apenas 30 minutos. O traje espacial é controlado através do painel no peito. O “Orlan-D” foi projetado para uma vida útil em órbita de até 6 EVAs garantidos em um período não superior a 3,5 anos. Os trajes espaciais “Orlan-D” acumularam totalmente 26 EVAs realizados nas estações espaciais Salyut-6 e Salyut-7.

Proveniência:

Este traje espacial “Orlan-D” na foto tinha sido planejado para operações orbitais tripuladas na estação espacial soviética MIR e tem seu logotipo na manga direita, mas devido ao surgimento dos modelos mais recentes da família “Orlan”, esse traje espacial permaneceu na Terra. Foi usado no Centro de Treinamento de Cosmonautas da Rússia nos anos 80, altamente provável para o treinamento das equipes atrasadas do Salyut-7: Soyuz T-10 – cosmonautas Solovjev e Kizim e Soyuz T-12 – cosmonautas Dzhanibekov e Savitskaya (a primeira mulher executou um caminhada espacial em 1984), bem como suas equipes de backup. Depois, depois de interromper o programa da estação espacial Salyut-7 e sua descida da órbita com a consequente queima na atmosfera, a necessidade de usar esse traje espacial “Orlan-D” para treinamento desapareceu. Como o mais recente “Orlan-DM” e “Orlan-DMA” substituíram “Orlan-D” para futuras caminhadas espaciais na estação espacial MIR, este traje espacial de treinamento específico “Orlan-D” foi desativado no Cosmonaut Training Center.

Conjunto exposto nas fotos:

– traje espacial “Orlan-D” completo com luvas e componentes de mochila;

– garrafa de oxigênio redundante em seu compartimento especial para encaixar no fundo da mochila;

– carrinho de transporte para manter o traje em pé para facilitar a manutenção e a entrada.

* A roupa de refrigeração líquida KVO, a roupa íntima do cosmonauta e o espelho de pulso não aparecem, embora recebi de presente a roupa íntima que só pode ser usada uma vez.

CONDIÇÃO deste modelo: muito bom para seus quase 40 anos de idade. O traje espacial não foi testado sob pressão, nunca foi usado para treinamentos subaquáticos de flutuação neutra dos cosmonautas, por isso, sua carcaça de proteção térmica externa, os elementos elétricos e pneumáticos não foram danificados pela água. Parece limpo, sem danos graves. Todos os interruptores e reguladores necessários estão disponíveis e funcionam sem problemas. O painel de controle elétrico parece um pouco arranhado e polvilhado. A viseira solar e o vidro do capacete apresentam alguns arranhões visíveis. As luvas podem ser presas e desparafusadas rápida e facilmente.  Seu trabalho elétrico também não foi verificado devido à falta de equipamento necessário. A porta da mochila de controle de ambiente interno abre e fecha bem, utilizando uma cordinha puxável. O gancho do cabo de segurança se encaixa perfeitamente. Todos os elementos da porta da mochila parecem estar bem fixos em seus lugares. Os cabos elétricos presos no exterior da mochila parecem novos.  O acessório redundante do alojamento da garrafa de oxigênio na parte inferior da mochila nunca foi testado (deve ser encaixado com facilidade). O interior do corpo está limpo, mas o forro macio do tecido interno de nylon forte da frente está desamarrado. Por dentro ele infla como um balão, mantendo a pressão que temos na Terra. Possui elementos internos em borracha especial, mantas de teflon e um tipo de papel metálico de aço que eles não me dizem qual é. Tecnologia única de sobrevivência para temperaturas que podem variar entre -120°C e 150°C positivo.  Antes de vestir este traje é necessário usar um pijama (fiquei com ele de presente) que tem a simples função higiência. Por cima vem a “roupa segunda pele” LCVG para ventilação e resfriamento líquido, complementa a roupa “Orlan” de um cosmonauta para atividades em EVA (fora da espaçonave).  O carrinho de transporte segura bem o traje com suas guias laterais e trava frontal, é ajustável para a posição superior ou inferior do traje e parece ser repintado de laranja para cinza.  Foi um traje similar e este a qual realizei treinamento para domínio de equipamentos para navegação, uso e caminhada espacial em dezembro de 2019.

 

Fabricado na URSS pelo fabricante original de trajes espaciais “NPP Zvezda”.

 

Vista geral frontal direita do traje espacial em seu carrinho de transporte.

frontal esquerda geral. A viseira solar banhada a ouro está abaixada. A porta da mochila está ligeiramente aberta e sua cortina interna é levantada na porta.

 

Vista frontal mais próxima do exterior do traje espacial.

Vista exterior do corpo do traje espacial da esquerda.

 

vista do capacete da direita.

 

Frontal close-up do capacete. A pala de sol está parcialmente aberta. O arranhão nele é visível. A parte superior do painel de controle elétrico é visível.

 

botões do painel de controle elétrico, bem como os patches (emblema do estado da URSS, bandeira da URSS, logotipo da estação espacial MIR).

 

Manômetro do corpo descoberto e reflexão da escala (a seta mostra “0”)

Vista em close-up do painel de controle à partir do topo

Painel de controle pneumático

 

Fechamento da luva esquerda.

 

Bandeira URSS remendo vista close-up.

 

MIR logotipo remendo close-up vista.

 

Close do conector do cabo elétrico.

 

Cabeamento inferior da mochila de sistema de sobrevivência.

 

Cabos e conectores elétricos na parte inferior da mochila.

 

Outra visão dos cabos. Corda de segurança visível no fundo, encaixada no carrinho de transporte. 

 

Parte de trás da porta da mochila sistema de sobrevivência com a cortina interna. O trocador de calor por sublimador é visível abaixo.

 

A vista do close-up do trocador de calor por sublimador.

 

 

Vista lateral direita do traje espacial com a porta da mochila sistema de sobrevivência aberta.

 

Conteúdo do sistema de suporte à vida do traje espacial, colocado na porta da mochila. A cortina interna da porta é descompactada e dobrada.

 

Conteúdo da parte superior da porta: tanque macio de água de alimentação para sistema de refrigeração, coletor de umidade, garrafa de oxigênio.

 

Conteúdo da parte central da porta: tanque macio de água de alimentação para sistema de refrigeração, cartucho de remoção de CO 2 , garrafa de oxigênio.

 

conteúdo da parte inferior da porta: trocador de calor por sublimador no centro, bombas

 

Interior do corpo do traje espacial: as mangueiras para resfriar a roupa com conectores, os cabos de comunicação e médicos com os plugues são visíveis. Os mecanismos de ajuste do comprimento das mangas nos cantos superiores são existentes. As vias aéreas de ventilação estão no lado direito.

 

Mecanismo de ajuste do comprimento da manga esquerda.

 

Mecanismo de ajuste do comprimento da manga direita.

 

A garrafa de oxigênio redundante em sua visão geral da caixa.

 

O redutor de pressão da garrafa de oxigênio redundante.

 

visão geral do conjunto completo do traje espacial instalado no carrinho de transporte com o alojamento da garrafa de oxigênio redundante de lado.

 

Fotos de referência das operações orbitais tripuladas usando trajes espaciais “Orlan-D” a bordo da espaçonave Salyut-7

 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar