Como é um Ticket Espacial?

Algumas pessoas me perguntam como me sinto sabendo que serei um dos primeiros homens a visitarem o espaco e um dos primeiros brasileiros para realizar esta façanha. Quem me acompanha, sabe que tenho me dedicado profundamente nesta realização, desde quando era uma crianca cheia de sonhos, colecionando recortes de revistas e jornais sobre tudo que falasse um pouquinho sobre a profissão de astronauta, até quando fundei a Agência Aventuras Incríveis, hoje devidamente representada pela comunhão feliz com nosso astronauta na Agência Marcos Pontes.

Na verdade, tenho reservado esta resposta para o momento certo, porque sei que nada poderá ser comparável com o momento de minha decolagem, meu “dia D” para ir ao espaço e apreciar nosso lindo planeta Terra. Isso deverá ocorrer, se tudo der certo e seguindo as previsões da Virgin Galactic, em algum ponto entre 2015 e 2017. A viagem aguarda as homologações de segurança necessárias e as adaptações na lei de viagens americanas. Uma burocracia necessária.

Mas enquanto seguro a ansiedade e acompanho de perto tudo que está acontecendo no mundo espacial, o que tenho feito é me dedicar a minha preparação espiritual, física e mental. Quanto a esta  preparação, dedicarei um tópico apropriado sobre isso. Antes, gostaria de responder  algumas perguntas frequentes que recebo,  sobre alguns mimos que fazem parte de minha coleção particular e atestam minha participação neste contexto incrível que é o envolvimento de pessoas comuns nos limites da Terra.

Assim, resolvi escrever esta matéria para falar de alguns deles para quem quiser saber. Os mais importantes, estão comigo pendurados no memorial da Agencia Marcos Pontes e aberto a visitação mediante hora marcada. Entre eles estão relíquias autografadas por mais de 50 astronautas e cosmonautas, além de dirigentes da iniciativa privada no mercado espacial. Existe uma réplica controlada da placa que repousa na Lua até os dias de hoje, miniaturas de aviões, foguetes e até da MIR. Um capacete de piloto de Mig-25, uma roupa que usei no meu voo até a estratosfera, jornais históricos e livros, muitos também autografados pelo autor.  Em nosso escritório é possível conhecer estas peças e do próprio astronauta Marcos Pontes, bastando entrar no site da Agência e fazer a solicitação na página de contato.

Porém, dois deles tem um significado especial em particular pra mim, nesta caminhada rumo ao espaço. O primeiro, claro, não poderia deixar de falar, é meu ticket espacial. É este documento que atesta minha reserva e meu número de assento na espaçonave, como um ingresso que atesta minha posição na fila para a viagem. Ele é uma carta em formato A4, com detalhes em hot stamping prateado, autografado por ninguém menos que o próprio Richard Branson, o mega empresário dos voos espaciais.

detalhe do "ingresso" para o voo suborbital

detalhe do “ingresso” para o voo suborbital

O segundo, um patche que recebi da Virgin Galactic, um presente que embora pareça simples, possue um valor histórico inestimável. Ele esteve a bordo da SpaceshipTwo em sua primeira viagem teste realizada no dia 29 de abril de 2013, um marco para os voos privados espaciais. Ganhei este presente por confiar neste projeto pragmático e de inquestionável legado tecnológico, mesmo antes da espaçonave ser testada.  Ou seja, todos que quitaram sua viagem para o espaço antes do voo inaugural receberam este mimo, como eu.  É sempre incrível poder tocar em algo que fará parte dos livros de história, sabendo que aquela lembrança esteve presente em um evento como observador dos desafios de nossa era.

Patch do voo inaugural da SpaceShipTwo em 2013

Patch do voo inaugural da SpaceShipTwo em 2013

 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar